"ERRANDO DISCUTIR" -

A tradução do latim para "ERRANDO DISCITUR" está ai:"É ERRANDO QUE SE APRENDE". Aqui está um site para opiniões, informações,poesias e, principalmente, exposições de momentos diversos para comungar com amigos, alunos e ex-alunos.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

UMA SEXTA-FEIRA E TANTO: BALADA PRIMEIRA DE UMA VIDA

Posso afirmar categoricamente que a estréia noturna como 'baladeiro' foi sucesso. Foi minha primeira noite de fato numa boate. Estava entre amigos - eles já foram alunos meus e estão em meu círculo de amizade há 2 anos, pelo menos - e fui atendendo um pedido que relutei de mais. Não escapei do dia 23 de julho de 2010.
Já havia pisado aquele terreiro, ou seja, a Metrópole quando a faculdade decidiu fazer o festejo junino para nós, funcionários, nos primeiros dias de junho, acho que dia 03, mais precisamente (vide orkut).
Voltando para essa minha primeira vez (eita frase batida para certas ocasiões.rsrsrs). Tudo combinado dias antes, chegando às 22 horas no point de encontro [Posto Select] e aguardando a galera se reunir. Compras antecipadas é praxe...
Bruno, Bárbara,Vandeson, Jadson e Francielly.Alguns dos amigos de Vandeson
O garçom do Bar Brasil e Francielly durante o atendimento. Ela é uma cliente carismática
Combinamos, Aldo, Francielly, Vandeson e eu. Vandeson por sua vez combinou com amigos\colegas de trabalho. E fizemos um bom número. 9 ou 10 pessoas.
Segundo o amigo de Vandeson, o Bruno, como é muito de percepções, disse que éramos as atenções da noite pelo entrosamento, companheirismo e empolgação. Isso foi bom. Estávamos para diversão mesmo.
Francielly, Aldo, eu, Tereza Montarroyos e Vandeson [23.07.2010, arquivo pessoal]
Romero, segurança da Metrópole e eu
Reencontrei ex-alunos [de faculdade à escola]. Tereza Montarroyos [gerente da boate e ex-aluna]foi de uma atenção e tanta. Deu até ordem para o mais assediado dos seguranças posar numa foto. Enfim, protegido.rsrs.
Já de manhã, na praticamente de saída. Foi bom demais
Volto mais vezes, ouvi muita música [algumas eu só escuto em rádios, MP4 e no notebook], mas é diferente...O som, a batida empolga. E não andamos muito. Fincamos raízes e marcamos terreno no bar Brasil. Foi cerveja atrás de cerveja, alguns poucos smirnoffs.
O sábado chegou, saímos quase às 7hs. Dormi o dia todo. Ressaca ao acordar, mas valeu. Sem traumas, vi que foi normalíssimo. Tudo começa quando traçamos o foco. Era diversão e pronto. Aí tudo fluiu. O pacto foi uma vez por mês. Vamos cumprir né galera?

Nenhum comentário:

Postar um comentário