"ERRANDO DISCUTIR" -

A tradução do latim para "ERRANDO DISCITUR" está ai:"É ERRANDO QUE SE APRENDE". Aqui está um site para opiniões, informações,poesias e, principalmente, exposições de momentos diversos para comungar com amigos, alunos e ex-alunos.

domingo, 28 de março de 2010

Ética: olhares e práticas


O conceito de ética está enlaçado na idéia de valor, moral e virtude, diante dos dilemas morais na tentativa de manter a ordem, ou seja, os bons costumes. Ética é a legitimação da reflexão de cada um sobre o que seria bem ou mal, bom ou ruim em relação às ações humanas em prol da existência da sociedade.

A percepção que nós temos é de uma luta cotidiana de cada integrante da sociedade para manter-se fiel aos valores que foram apresentados e até impostos através de um quadro referencial num alicerce de pedra, onde edificamos padrões corretos aos quais, jamais, deveriam em hipótese alguma ocorrer à chance de desmoronarem, independentes das avalanches de escândalos e tamanhas pressões.O que podemos dizer é que muitas vezes o alicerce treme e racha, mas há sempre reparos que solucionam e amenizam prejuízos.

Muitas vezes em casa, no trabalho e até numa reunião entre amigos escutamos as máximas “os fins justificam os meios” ou “aqui se faz, aqui se paga”. Aplicar tais palavras para fazer algo que não beneficia os grupos sociais é mais comum do que se utilizar as mesmas palavras para trazer o bem-estar ao coletivo. Tais citações não são temas de pára-choques de caminhões ou mensagens de colocar em fim de texto sem pensar na repercussão de quais atos elas estão empregadas. Coagir e constrangir são os meios que inibem a liberdade desejável para o surgimento do sujeito ético que devemos ser. Será que um bom exercício reflexivo não faria dessas máximas aliadas? Ao invés de “pagar na mesma moeda”, não seria mais viável buscar soluções coerentes e assim evitarmos permanecer ou até repetir os erros?

Se a TV ensina algo errado existe o controle-remoto; ele muda de canal e desliga a TV; se na repartição pública ou privada há quem faça um serviço errado, há quem preze pela qualidade. Há quem não seja preguiçoso e há quem não adentre no espaço alheio com ou sem o convite a fim de prejudicar. Há pessoas de boa índole que priorizam na valoração das ações um modo de não cometer deslizes.

O dever de cada um de nós é transformar a realidade fatual, ou seja, “aquela que se mostra como é” numa realidade normativa, ou seja, “aquela sociedade que deve ser”. Quebrar tabus, se necessário; inovar sem ferir os ditames sociais; impor limites e fazer o certo de acordo com a consciência moral é ser ético. Sejamos coerentes no pensar e no agir, pois somos livres e, acima de tudo responsáveis pelos efeitos e as conseqüências de nossas ações.

Jardson Alves Lemos.
Mestre em Ciências da Religião e Especialista em Ensino de História das Artes e das Religiões. Professor da Faculdade IBGM e da Rede Pública do Estado de Pernambuco.

Escrevi este material a pedido de meu aluno Alexandre Farias para postar em seu blog em março, depois pus neste meu iniciante blog. E em 12 de julho de 2010 tive a felicidade de ver no DIARIO DE PERNAMBUCO publicado em Artigo de Opinião. No dia 13 saiu no DIARIO DE NATAL do mesmo grupo associado.

8 comentários:

  1. ..."Coagir e constrangir são os meios que inibem a liberdade desejável para o surgimento do sujeito ético que devemos ser."...
    Essa frase é perfeita para abrir um ponto de conversa. Pequenos detalhes na relação aluno x professor me fez buscar esse detalhe do texto acima. Até que ponto o professor deixa de ser ético quando aponta o dedo diretamente ao aluno e o aborda com a frase: Estou de olho em você, e alimenta uma agressão oriunda de ensino de valores éticos diferentes? Hoje é impossível acatar esse tipo de comportamento dentro de um ambiente democrático. Mesmo desrespeitado, uma das partes, a qualquer momento, fazer o outro identificar a agressão, e reservadamente, provar que é extremamente necessário o respeito mútuo na relação em sala de aula. Entretanto, alguns se aproveitam de suas patentes para apontar com o dedo em riste seu "direito legal" aparente de ameaçar com uma futura represália, e com isso, obter o respeito que nunca terá. Ético é quem aceita críticas e sugestões, mesmo oriunda da mais baixa patente escolar. E sabemos, que é dessas afrontas de pensamento que encontramos grandes pensamentos e deliberadamente grandes atitudes. Um bom dia a todos.

    ResponderExcluir
  2. Professor, cada vez mais estou te adimirando.
    Você é nota 10000...
    Parabéns!!!
    bjos!
    Débora (IBGM PGA 1-noite)

    ResponderExcluir
  3. Professor, parabéns pela iniciativa, é dessa forma que conseguimos imortalizar nosso EU...
    Pedro (IBGM PG 3 Noite)

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oh captain, my captain !
    Grande professor Jardeson.
    Concordo com voce a questão da ética, hoje em dia os valores das pessoas mudaram e a ética ficou de lado. Associo essa falta de ética a falta Deus mas isso tem que ser uma ação genuinamente humana e que brote a partir e de dentro do sujeito moral. Mas a questão dos maus hábitos, costumes, usos e regras, dificultam na assimilação social dos reais valores.
    Obrigado Jardeson pelas suas aulas e parabens pelo o amor a sua profissão. Voce nao é apenas um professor é um excelente Educador. Um facilitador de pessoas a terem ética, enriquecimento cultural, a princípios morais e a um bom funcionamento social.
    Que Deus continue a te abençoar.
    Sério Pinheiro
    seu aluno da Sala3 PG 1B - noite IBGM

    ResponderExcluir
  7. Mais uma vez parabéns professor!
    Suas palavras além de lindas nos fazem refletir sobre essas verdades que por muitas vez nós mesmos as camuflamos por medo de encarar a realidade que está diante de nossos olhos.
    Espero que você continue com nossa turma até a nossa formatura, realmente ainda vi as futuras cadeiras a serem paga, mas espero que você esteja conosco.
    Um grande abraço e minha sincera admiração pela sua pessoa.

    Evelyne Costa Alves IBGM NOITE PG1A.

    ResponderExcluir